A tecnologia pode ajudar as frotas a voltarem as atividades

O mercado de transporte coletivo privado não ficou ileso aos prejuízos causados pelo COVID-19, foram realizadas diversas pesquisas por institutos e organizações internacionais onde calcularam os prejuízos econômicos e no mercado de trabalho. Em abril uma das principais agências de classificação de risco de crédito, divulgou uma queda de 3,9% no PIB global. Já em março, a OIT (Organização Internacional do Trabalho) previu que a paralisação da economia pode exterminar 25 milhões de empregos em todo o mundo.

Como o transporte coletivo privado pode reagir a crise?

A melhor forma para sair da crise é por meio da tecnologia. Segundo a revista Forbes as empresas que não só mantiveram seus lucros como também aumentaram, mesmo neste cenário, foram aquelas que oferecem seus serviços por meio da tecnologia, plataformas digitais, serviços online e, principalmente, por meio de apps inovadores. Surge então a pergunta, como utilizar a tecnologia para atrair pessoas no mercado de transporte coletivo privado, fretamentos eventuais ou corporativos?

A resposta é: “Por meio da inteligência digital em transporte de grupos e conveniência na contratação dos serviços que a 2GO oferece ao mercado através do app e web”.

Essa tecnologia da 2GO é feita para donos de frotas de ônibus, micro ou vans terem a possibilidade de oferecer seus serviços de fretamentos no mercado digital, aumentando a demanda e colocando a (sua) empresa na faixa de acesso do consumidor digital. Outro ponto importante é o melhor aproveitamento da sua frota, que pode passar a trabalhar em dias e horas diferentes daquelas que normalmente atua, aumentando suas receitas sem precisar aumentar sua frota, sem novos investimentos.

A 2GO junto com o parceiro, tem o objetivo da criação de um novo mercado de consumo deste serviço, já que se amplia as possibilidades de uso por grupos, assim como ocorreu com os táxis, que inicialmente acharam que o Uber iria dividir o mercado existente de 90 milhões de viagens, mas na verdade criou um novo mercado de 700 milhões de viagens, ampliando as viagens totais e também dos táxis para 110 milhões de viagens, porque criou uma nova forma de consumir um serviço.  

 Esse é o momento para que todas as empresas de frotas mergulhem no mundo digital e melhore seus resultados, e o melhor, o cadastro é gratuito!

%d blogueiros gostam disto: